14.2.07

Estoy aquí

Estoy aquí, sí, de verdad. Estou aqui. No, no sé hablar "cho" estoy aquí. Yo estoy aquí, porra. Abre logo, me deixa entrar. No te ries así. ¿Que paso? No, no me dejan entrar. Me lo perdi todo, tampoco tenia tu dirección. Sí, por favor, dejame entrar. Uff. A imigração é sempre a mesma coisa. Eu parei para tirar o cinto e acho que perdi meu cartão. Não, nunca acreditam em brasileiras viajando sozinhas e sem endereço de hotel. Como você está? Tão magro. Vamos, qualquer coisa. Media lunas ahora? Café, solo. No, no me gusta con leche. Hace quanto! Me encanta todo eso. Essa parte da cidade é horrível, mas é tão verdadeira. Olha o lixo em volta dos navios. Vamos? Agora? Hahahaha. Eu viajei até aqui pra ver esse museu? Não, não, gracias, señor. Golfe? É? Vamos. Foi por aqui que aquele avião passou raspando. Muy loco, sí. É tão baixo. Planetário? Adoro. Nunca vim pra cá, apesar do time. Subúrbio. Que diferente. Eu imaginava maior, com o quintal na frente e não nos fundos. Uau! Que ótimo. Sim, recebi o Les Luthiers. Não, não entendi nada. Ah, o Chico. Chegaram bem? Sim. Vamos. Pisco sour. Perfecto. Salut. Buenas noches.

2 comentários:

Lu disse...

Aninha, ótimas as suas histórias malucas! E quero muito conhecer a casinha nova, convite aceito :) beijossss

Luciana disse...

Oi, bonita! :) O Guloseima tá de casa nova, dá uma olhada lá: http://www.interney.net/blogs/guloseima/

beijo e saudade!